Blog – Full Width

by

COMUNICADO – GTRONIC TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA

Prezados Clientes,

Tendo em vista a possibilidade de expansão dos casos de Coronavirus em todo Brasil, a Prefeitura de Itaúna publicou a Portaria nº 3 de 19/03/2020 e demais medidas implantadas pelas áreas da saúde Federal, Estadual e Municipal, COMUNICAMOS aos nossos clientes e colaboradores que a Gtronic Tecnologia em Informática estará fechada de 23/03/2020 à 31/03/2020.

Mesmo sabendo da importância de nossos clientes, que estão em várias cidades do nosso estado de Minas, tal determinação se dá como medida de preservação da saúde dos nossos colaboradores, funcionários e clientes e, sobretudo, com o intuito de contenção da pandemia do COVID-19 na sociedade.

Estaremos em constante avaliação da medida adotada e atentos aos desdobramentos e medidas impostas pelos órgãos públicos da saúde nesse período de resguardo e preservação de nosso maior bem, a vida!

Por isso ao avaliarmos o cenário, que nos pegou de surpresa, planejamos uma estratégia deixando alguns colaboradores de plantão para alguma emergência, prezando pelo atendimento aos nossos clientes.

São eles:

  • Abertura de chamados de locação (assistência técnica/reposição suprimentos)

Hebert Pacheco

Tel./Whatsapp: (37) 9 9978-4163

Email: chamados@gtronic.com.br

  • Vendas

Renata Garcia

Tel./Whatsapp: (37) 9 8802-0636

Email: vendas3@gtronic.com.br

  • Financeiro

Juliana Andrade

Tel./Whatsapp: (37) 9 9928-0902

Email: financeiro@gtronic.com.br

  • Diretor / Compras

Fábio Garcia

Tel./Whatsapp: (37) 9 8802-3673

Email: comercial@gtronic.com.br

Pedimos compreensão, acreditando que o momento de agir é agora!

by

Facebook pode estar usando sua câmera enquanto você lê o feed

Problema acontece em iPhones rodando o iOS 13.2.2, e não foi reproduzido em aparelhos com o Android 10

Um usuário do Twitter chamado Joshua Maddux descobriu que aparentemente o app do Facebook no iOS tenta usar a câmera do smartphone “por debaixo dos panos” enquanto você está lendo seu feed. A descoberta foi feita por causa de um bug que posicionou incorretamente a janela do feed na tela e expôs a imagem da câmera debaixo dela.

Found a @facebook #security & #privacy issue. When the app is open it actively uses the camera. I found a bug in the app that lets you see the camera open behind your feed. Note that I had the camera pointed at the carpet. pic.twitter.com/B8b9oE1nbl

— Joshua Maddux (@JoshuaMaddux) November 10, 2019

Segundo Maddux, o problema acontece só no iOS 13.2.2. O site The Next Web confirma que conseguiu reproduzir o problema nesta versão, mas não em aparelhos com o iOS 13.1.3, por exemplo. O comportamento só aparece se o usuário tiver dado ao Facebook permissão de acesso à câmera, algo que a maioria faz.

Até o momento não está claro se o uso da câmera em segundo plano é proposital ou se é devido a um bug no app. De acordo com o The Next Web, o problema não ocorre em um Google Pixel 4 com o Android 10.

Até o momento o Facebook não se posicionou sobre o assunto.

fonte: The Next Web

by

Facebook pode estar usando sua câmera enquanto você lê o feed

Anúncios falsos de Bitcoin envolvendo a figura do magnata holandês John de Mol foi motivo de processo; caso a rede não os remova, deverá pagar multa de R$ 5 milhões

Um tribunal holandês determinou que o Facebook remova de sua plataforma propagandas falsas envolvendo investimentos irreais em Bitcoins, ilustradas com celebridades. A decisão foi tomada após John de Mol, criador de reality shows famosos como The Voice e Big Brother, processar a rede social para a retirada de anúncios fraudulentos envolvendo sua imagem. Em função das propagandas enganosas, foi estimado que os investidores tenham perdido US$ 1,88 milhões, algo em torno de R$ 8 milhões.

Para se defender, o Facebook alegou que é um “funil neutro de informação” e não pode ser obrigado a agir contra seus anunciantes. Por outro lado, o tribunal rebateu afirmando que a empresa possui um papel muito ativo em relação às propagandas, de forma que fazem parte do seu principal modelo de negócios.

A Corte também destacou que a rede social define uma política de preços para propagandas e possui uma política para regular o que é anunciado. Diante dessas questões, o Facebook perdeu o processo e deve retirar as propagandas falsas, correndo o risco de enfrentar uma multa de até US$1,2 milhões (R$ 5 milhões).

Não foi a primeira vez que a imagem de Mol foi usada para capitalizar anúncios falsos de criptomoedas. Segundo seus advogados, o magnata se deparou com o problema pela primeira vez em outubro do ano passado.

Outras figuras também já tiveram suas imagens vinculadas à anúncios falsos de criptomoedas no Facebook. É o caso de Martin Lewis, jornalista britânico e apresentador de TV, que acusou a empresa de difamação.

Vale lembrar que a rede social havia proibido anúncios de criptomoedas em 2018, mas voltou atrás com suas políticas. Esta revisão da postura sobre propagandas foi alterada um ano antes do Facebook lançar sua própria criptomoedas, a Libra.

 fonte: Cointelegraph e The Next Web

by

Menino sem computador faz trabalho escolar em tablet de loja

Sem computador ou internet, Guilherme Santiago, de 10 anos, foi a uma loja de shopping para fazer um trabalho escolar. Vídeo do garoto do 5º ano circula nas redes sociais

Guilherme Santiago, de 10 anos, utilizou um tablet de uma loja para fazer uma pesquisa para um trabalho escolar de geografia. Um vídeo gravado mostra o exato momento em que o menino, que não possui computador e internet em casa, usa o aparelho. A iniciativa não só comoveu as pessoas que assistiram ao vídeo, como também fez Guilherme tirar nota máxima no trabalho.

“Eu não falei nada, fiquei com medo. O homem (funcionário da loja) perguntou o que eu estava fazendo. Era um trabalho sobre a Região Sul. Valia 10 e eu tirei 10”, contou Guilherme. O caçula de quatro irmãos vive na comunidade Entra Apulso, em Recife, e é aluno do 5º ano da Escola Municipal Abílio Gomes. 

Apesar da escola contar com 278 estudantes, só existem 12 tablets disponíveis para fazer pesquisas e trabalhos. A irmã do garoto, Aylla Martins, comentou que esta não é a primeira vez que Guilherme vai ao shopping fazer trabalhos. “Ele gosta de estudar, comentou que já foi umas duas ou três vezes ao shopping para fazer trabalhos”. 

A família, no entanto, só soube do hábito do menino após o vídeo viralizar na internet. “Na sexta (8), uma menina que mora perto da nossa casa me enviou dizendo que era o meu irmão. Perguntei se ele tinha feito alguma coisa de errado, e ela me pediu para assistir. Foi aí que a gente soube. O vídeo tinha mais de mil comentários”, revelou Aylla. 

Devido ao impacto causado pela história de Guilherme nas redes sociais, Aylla entrou em contato com o responsável por publicar as imagens. “Durante a semana ele não tem como fazer (os trabalhos) em casa, e aí, sempre que precisa, ele disse que vai até lá”, comunicou a irmã. 

A mãe de Guilherme, Rosali Santiago, contou que se assustou com a dimensão do caso envolvendo o filho. “O coração está acelerado, estou tomando remédios para a pressão. É por orgulho e por preocupação, por ele ficar muito exposto”, disse Rosali.

Após a repercussão do vídeo, foram doados dois tablets ao jovem, que retribuiu o carinho em outra gravação. “Agradeço muito a vocês, por doar ou tentar doar. Amo vocês”, disse o menino. 

fonte: Olhar Digital

by

Celulares mais perigosos do mercado

Pesquisadores apontam que acessórios USB e Bluetooth podem estar sendo usados para invadir dispositivos Android; lista mostra os dispositivos mais afetados

Dez dos telefones Android mais populares do mercado podem ser hackeados facilmente por uma vulnerabilidade que apresentam nos comandos AT. A informação foi dada por uma comissão de especialistas das Universidades de Purdue e Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, que emitiu um relatório apontando os potenciais perigos para os usuários destes telefones.

Segundo os pesquisadores, os ataques ocorrem por meio de conectores Bluetooth baratos ou instalação de uma estação maliciosa de carregamento USB, em que os criminosos podem enviar comandos AT para enganar o dispositivo e filtrar informações.

Os telefones vulneráveis, segundo a pesquisa realizada, são:

  • Samsung Galaxy S8+
  • Samsung Galaxy S3
  • Huawei P8 Lite
  • Huawei Nexus 6P
  • Samsung Note 2
  • Google Pixel 2
  • LG G3
  • LG Nexus 5
  • Motorola Nexus 6
  • HTC Desire 10 Lifestyle

Como a vulnerabilidade está localizada nos comandos AT, os hackers podem “obter números IMEI e IMSI, interceptar chamadas, encaminhar chamadas para outro número, bloquear a função de chamada, remover acesso à Internet e muito mais”, afirma a comissão. Nos testes realizados, nenhum iPhone foi afetado.

“O impacto desses ataques varia da exposição de informações confidenciais do usuário à interrupção completa do serviço”, comunicaram os pesquisadores Hussain e Karim, da Universidade de Purdue, ao TechCrunch.

fonte: Olhar Digital

by

Facebook paga multa por espionagem de usuários

O Facebook informou nesta quarta-feira (24) que vai pagar uma multa de US $5 bilhões relacionada às acusações sobre a Cambridge Analyticapara Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC) . Além disso, o acordo indica que a rede social adicionará novas proteções à privacidade dos usuários, apresentará relatórios trimestrais assinados por Mark Zuckerberg e terá um comitê dedicado a supervisionar o tema. 

A FTC votou o acordo por 3 votos a 2, mas ele ainda terá que ser aprovado em um tribunal. Segundo o documento, os esforços do Facebook “acontecerão sob a supervisão da FTC e do Departamento de Justiça dos EUA”.

Por outro lado, a empresa de Zuckerberg também encerrou as investigações da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) que diziam que o Facebook deveria ter uma melhor comunicação com investidores, para evitar e conscientizar sobre escândalos como o da Cambridge Analytica. Neste caso, a rede social concordou em pagar US $100 milhões de multa.

“Temos ouvido que palavras e pedidos de desculpas não são o suficiente e que temos que mostrar ações. Ao chegar a um acordo com a SEC e a FTC sobre as investigações que estavam fazendo, esperamos encerrar esse capítulo e direcionar nosso foco e recursos para o futuro”, diz o comunicado no site da imprensa do Facebook.

fonte: Olhar Digital

    Cart